Como monetizar um espaço vazio

Nos últimos anos, o setor de varejo viu algumas grandes mudanças. Os jornais noticiavam matérias alarmantes sobre sua queda. Enquanto a loja física continuava e continua a ser um canal de vendas viável, a paisagem em transformação vem afetando alguns agentes da indústria, especialmente imobiliárias e proprietários de imóveis comerciais, tentando descobrir como preencher seus espaços de varejo vazios.

As principais cadeias de lojas no Brasil anunciaram números de fechamentos de lojas altíssimos em 2016 e 2017. E à medida que os varejistas tradicionais fecharam, esses espaços ficaram vazios – deixando os corretores de imóveis e proprietários para achar novos locatários.

Sabemos, no entanto, que encontrar um novo interessado a longo prazo pode levar meses ou mesmo anos. Sabemos também que as taxas e impostos não esperam e precisam ser pagos. Por isso, ao invés de simplesmente procurar um novo locatário permanente, é possível monetizar um espaço de varejo vazio nesse meio tempo. Dependendo do tamanho, layout e localização, existem algumas opções para rentabilizar enquanto espera por contrato de aluguel mais longo.

Aqui, descrevemos algumas das principais opções para que possa tomar a decisão certa para seus espaços.

Use o espaço para lojas pop-up

Em vez de optar apenas por lojistas de varejo de longo prazo, as imobiliárias, corretores e proprietários de espaços comerciais também podem explorar a opção de locatários de curto prazo. Sim, estamos falando de oferecer seu espaço para lojas temporárias (pop-up stores). Oportunidades de curto prazo, como lojas pop-up, podem manter o espaço ocupado com marcas e manter o tráfego de pedestres fluindo. Mas antes de tomar uma decisão de explorar um negócio como esse, há tarefas que você precisa cuidar para preparar seu local para locatários de curto prazo.

Para atrair ainda mais as marcas à procura do espaço certo, certifique-se de que ele é neutro o suficiente para assumir facilmente a identidade visual do locatário. Pois cada um vai querer uma estética diferente, por isso, se tiver espaço em branco para as marcas trabalharem, provavelmente atrairá mais reservas.

Popup-store
Foto: Make it works

Alugue o espaço para eventos

Se o seu espaço é em uma área central, particularmente em uma região bem localizada, também pode alugá-lo para eventos em geral. Em muitas cidades movimentadas, há uma demanda consistente por locais bem equipados para ativações de marcas, e os corretores e proprietários de espaços comerciais podem atender a essa demanda.

De leilões de artes à festas para eventos corporativos, os proprietários podem comercializar seu espaço para uma variedade de finalidades. Se decidir seguir esse caminho, garanta que o espaço possa acomodar marcas e produtores com coisas como:

– Banheiros de trabalho
– Wi-fi
– Ar condicionado
– Luz, especialmente luz natural

lançamento mini cooper
Foto: Agência Netza

Outros usos para monetizar um espaço vazio

Desfiles de moda: Para além do Fashion Week, os desfiles de moda podem acontecer sempre e em qualquer lugar, seja para lançar uma coleção ou uma ação diferente de marca. E esse espaço pode ser o seu.

Estúdio temporário: Hoje é muito comum que tatuadores e fotógrafos não tenham um espaço fixo. Por isso, muito deles procuram locais para alugar por um curto espaço de tempo e realizar projetos específicos.

Restaurante pop-up: 
Por dias, semanas ou meses, um chef de cozinha testa um cardápio ou um novo local para captar informações e adequar a melhor estratégia para seu negócio gastronômico.

Vernissage: Até hoje, a vernissage faz parte da estratégia de muitos artistas e consiste no evento de abertura de exposição de artes plásticas ao público. Mas como muitas galerias são mais fechadas para recebimento de propostas, pode ser uma ótima oportunidade para monetizar o espaço, além do profissional ter facilidade para lançar suas obras.

Ou seja, as possibilidades são muitas. Que tal, então, ampliar seu uso e monetizar junto com a POPSPACES?

Deixe uma resposta