Ocupação 55SP: uma loja pop-up dentro de outra loja

55SP apresenta ocupação de artistas com trabalhos conectados à moda, design e música em um projeto “loja pop-up” no Cartel 011

Não é de agora que o Cartel 011 abre espaço da sua loja para projetos pop-ups. Com um ambiente multidisciplinar em São Paulo e negócios distintos coexistindo no mesmo lugar, ele transformou-se em uma marca que vai além de seu espaço físico, sendo reconhecido como uma plataforma de negócios que multiplicou seu formato e expandiu sua visão criativa de mercado.

Aberto desde 2009,  o Cartel 011 mistura artes, design, arquitetura, moda, fotografia, música e gastronomia, fomentando, não só o seu marketplace, mas também sua loja física, com a venda de produtos, experiências e área dedicada para receber os projetos temporários.

55sp5
Foto: Leandro Sa

A loja dentro da loja

E assim aconteceu a ocupação 55SP – um mix de exposição de arte e loja pop-up de um pouco mais de um mês, para mostrar que é possível unir artes visuais, moda, design e música, tudo com data para acabar!

Por isso, decidimos procurar a Júlia Morelli, idealizadora da ocupação, para nos contar um pouco mais sobre esse projeto.

Segundo ela, a ideia de ocupar o local surgiu da sua vontade de juntar o e-commerce da 55SP com o seu trabalho de produção artística e de moda – área da qual já atua há muitos anos. E como o projeto tinha total sinergia com a proposta do Cartel 011, o local se tornou a opção perfeita para fazer essa loja dentro de outra loja.

Júlia, então, decidiu fazer uma curadoria afiada e convidou nada menos do que grandes nomes da arte contemporânea para apresentar (e vender) suas obras e produtos. Entre eles, estão Iran do Espirito Santo, Alvaro Seixas, Mônica Nador, Mauricio Ianês, Paulo Nimer Pjota, Bruno Baptistelli e outros internacionais como Ivan Navarro, David Shrigley, Guerrilla Girls, Louise Bourgeois e Lawrence Werner.

55SP3
Foto: Leandro Sa

E rechear o espaço não foi uma tarefa nada difícil. Além do Cartel 011 já manter uma estrutura pronta e adaptável para esses projetos pop-ups, os artistas fizeram jus à sua criatividade e talento.

Paulo Nimer Pjota levou a camiseta criada em parceria com a Viva Projects exclusivamente para a ocasião. Alvaro Seixas, por sua vez, criou uma série de cangas de praia para a 55SP, Monica Nador apresentou bolsas de autoria compartilhada do JAMAC (Jardim Miriam Arte Clube) e o artista Iran do Espirito Santo, junto a sua irmã Marta apresentaram o Projeto Roupas.

Participaram também o duo Estileras, com o projeto Calçado Monstros, que esteve na SP Arte no setor de performance com curadoria de Paula Garcia.

Outras peças colaborativas, como os cadarços do David Shrigley inspirados na obra “I Found a Shoe” do artista, executados pela Third Drawer Down, estúdio de design Australiano que trabalha em parceria com artistas renomados de todo o mundo desde 2003, traduzindo e transportando a arte para diferentes objetos.

Para quem quiser visitar a Ocupação 55SP, a loja popup vai até o fim de agosto no Cartel  011 (Rua Artur de Azevedo, 517 – Pinheiros, São Paulo) . Então corre, porque está acabando!

Divulgue

Deixe uma resposta